• Die italienische, portugiesische, brasilianische & spanische Buchhandlung in Berlin
  • Die italienische, portugiesische, brasilianische & spanische Buchhandlung in Berlin
Maracatu Rural: o espetáculo como espaço social

Maracatu Rural: o espetáculo como espaço social

20,95 €

inkl. MwSt., zzgl. Versand
1 auf Lager | sofort lieferbar

Beschreibung

A jornalista e bailarina Valéria Vicente apresentou o resultado de sua pesquisa, transformada em livro, sobre os maracatus rurais de Pernambuco, centrando a análise na presença do rural no ambiente urbano, dentro da contemporaneidade. Em seu livro, um dos que integram a Coleção Maracatu Maracatuzeiros, editado pela Associação Reviva (PE), ela analisa questões importantes envolvendo a mídia, os atores sociais, os movimentos culturais e a produção cultural envolvidos na revalorização dos maracatus rurais.

Valéria Vicente enfocou a figura do caboclo de lança como símbolo de Pernambuco, considerando estes três aspectos: o momento inicial em que o maracatu de baque solto se tornou símbolo do Estado; como se deu essa representação e quais as características mais abordadas pela mídia. Numa retrospectiva, salientou que os maracatus surgiram nos anos 20 do século passado, mas só a partir dos anos 40 passaram a ser aceitos pelos organizadores dos desfiles de agremiações.A partir dos anos 90, com o movimento Mangue Beat, os maracatus de baque solto, ditos rurais, passaram a subir nos palcos.“Antes eles existiam, mas não despertavam interesse, eram consideradas manifestações inferiores, até mesmo discriminadas”. No início dos anos 90 foi fundada a Associação dos Maracatus de Baque Solto. No começo eram alguns poucos, mas atualmente, o número de maracatus associados já ultrapassa os 90, sendo o seu líder mais famoso o Mestre Salustiano.Outros fatores também estão ligados à revalorização dos maracatus, como a sua capacidade de articulação com artistas e instituições e a entrada no mercado da produção cultural. “As mudanças ocorridas nas apresentações do folguedo, tornaram-no mais espetacular e atrativo para os publicitários. E, ainda hoje, com todas as influências recebidas e transformações praticadas, o que mais chama a atenção da imprensa e da mídia nos maracatus rurais é a tradição, a pureza e o deslumbramento das pessoas diante do espetáculo de cores, sons e gestos dos caboclos de lança”, enfatiza Valéria Vicente.